Para Recuperar a Experiência Cognitiva da Escuta na Comunicação

Mônica Panis Kaseker

Abstract


Este artigo propõe uma reflexão sobre a relação entre a capacidade de escutar, os processos cognitivos e comunicativos. Para isso, discute o conceito de escuta, assim como seu papel social na contemporaneidade, retomando a idéia de que vivemos em processo de regressão na audição (ADORNO, 1980; BAITELLO, 1999; WISNIK, 1989). Recupera-se dados de pesquisas anteriores (KASEKER, 2012), para pensar sobre o contexto dos estudantes de comunicação da atualidade e suas condições para a construção do conhecimento. A escuta dedicada tem se tornado mais desafiadora para as novas gerações? Isso poderia afetar nossas competências comunicativas? Propõe-se que a capacidade de escuta possa ser desenvolvida, como parte fundamental da formação do profissional de comunicação.

Full Text:

Paper

Refbacks

  • There are currently no refbacks.