Informação e Percepção: Vagueza Entre Camadas Flutuantes na Ação Perceptiva

Ana Maria Guimarães Jorge

Abstract


A filosofia Peirceana, aproximada de discussões atuais sobre percepção e ação da Ciência Cognitiva, oferece perspectivas renovadas para o tratamento de questões relacionadas com o estudo da percepção-ação. A ênfase e a valorização dadas à
vagueza, não como uma disfunção do processo informacional, mas como uma característica intrínseca, transforma o pensamento de Peirce em uma crítica às propostas
mecanicistas da atualidade. O engendramento proposto assegura maior abertura de diálogo da Semiótica com a Ciência Cognitiva e a Fenomenologia da Ação. As respostas a alguns questionamentos se entrelaçam, fazendo desvendar relações triádicas entre imagem-ação e mediação-vagueza (enquanto extensão e profundidade) para definir a percepção em seu caráter simultaneamente ativo e passivo. Este artigo tratará a
percepção enquanto ação com base na Semiótica, e pano de fundo da Ciência Cognitiva, embasando o signo incorporado e situado na materialidade sígnica da obra de Peirce.
Este tema aponta interesse tanto para a compreensão da abordagem peirceana da informação e da percepção, quanto sobre a experiência semiótica de determinação da
conduta.


Full Text:

Paper

Refbacks

  • There are currently no refbacks.